PLANTIO
17/12/2012 | 16h17

Produtores do oeste do PR antecipam plantio de soja para garantir cultivo do milho safrinha dentro da janela ideal

Região foi a primeira a semear a oleaginosa nesta safra no Estado e já conta as semanas para dar início à colheita

  • Luiz Patroni | Ubiratã (PR)
  • Enviar
Luiz Patroni/Canal Rural
Foto: Luiz Patroni/Canal Rural
Produtores de Ubiratã já contam as semanas para dar início à colheita das lavouras de soja

A estratégia adotada por agricultores em várias regiões do país de antecipar o plantio da soja para garantir o cultivo da safrinha de milho dentro da janela ideal também é seguida no oeste do Paraná. A região foi a primeira a semear a oleaginosa nesta safra no Estado e já conta as semanas para dar início à colheita das lavouras.

A lavoura de soja do produtor Osmar Bertoli Júnior está entrando na fase de enchimento de grãos. A área fica Ubiratã, no oeste do Paraná. São 360 hectares que o agricultor espera começar a colher em menos de 40 dias.

O plantio precoce deve permitir o cultivo da safrinha de milho na janela ideal, que na região termina no dia 20 de fevereiro. O produtor está animado com o cenário da commoditie e quer garantir o bom trabalho no campo.

Há cerca de 10 anos o plantio da soja na região era feito basicamente em novembro, e o cultivo da safrinha ficava concentrado em meados de maio. Só que na época, os agricultores apostavam no trigo durante o inverno. Com a troca desta cultura pelo milho, os produtores passaram a antecipar as datas de plantio das duas safras, buscando equilibrar os potenciais produtivos das lavouras e reduzir os riscos de expor a plantação da segunda safra à ocorrência de geadas, que são comuns na região.

Em Ubiratã, a soja ocupa 53 mil hectares. Praticamente todas as lavouras foram semeadas entre 20 de setembro e 20 de outubro. O ritmo reforça a estimativa de que mais de 90% desta área seja convertida em milho na segunda safra. Entre os associados de uma cooperativa da região, a aposta nas plantações do grão vai ser ainda maior.

– 99% da área dos produtores cooperados vai ser destinada ao milho – diz Eder Nilson Morador, coordenador técnico da cooperativa.

E para assegurar que tudo ocorra dentro do período planejado, a entrega dos insumos para a safrinha já começou. Boa parte das sementes que vão ser usadas já está nos pátios da cooperativa, assim como 80% do adubo comprado pelos agricultores. O uso de fertilizantes durante a segunda safra aumentou na região nos últimos anos.


CANAL RURAL

  • Enviar
Canal Rural

© 2011-2014 RuralBR.com.br

Todos os direitos reservados